terça-feira, 23 de agosto de 2011

Vick Vaporub – acaba com a tosse. Comprove.

Ontem, mais uma vez, Rafaella tossiu, tossiu e tossiu.
Saímos, eu e o Sandro, para comprar o  umidificador para comprar com o intuito de melhorar as noites de sono da nossa pequena.

Com o mesmo intuito pensei: "vou tentar o Vick Vaporub". Passei na farmácia e comprei um pote do tradicional remédio Vick Vaporub. Dizem as boas e abençoadas línguas que passar um pouco desse antigo remédio nos pés dos pequenos diminui a tosse e acalma. Eu estava doidinha, então tinha que tentar.

Foi dito e feito. Rafaella esta noite dormiu melhor. Não acordou nem uma vez sequer. Tossiu? Sim, mas bem menos e com menos intensidade. Dormimos (nós três) a noite toda.

Porém,  pesquisei e encontrei algumas coisa alertando sobre o uso deste medicamento. Nada é perfeito! Para esclarecer nossas dúvidas de forma direta eis o que eu encontrei:

 ----------
O uso incorreto do Vicks® VapoRub®, uma pomada utilizada para aliviar os sintomas da congestão nasal, pode ser perigoso para bebês e crianças pequenas.
Uma nova pesquisa, publicada no exemplar de Janeiro da revista médica CHEST, mostra que o Vicks® VapoRub® (VVR) pode estimular a produção de muco e a inflamação das vias aéreas superiores, com sérios efeitos na respiração de bebês e crianças muito novas.
As descobertas são consistentes com o alerta já presente no rótulo do medicamento, que estabelece claramente que o produto não deve ser utilizado em crianças menores do que 2 anos de idade.

Irritação das vias aéreas superiores
"Os ingredientes no Vicks podem ser irritantes, forçando o corpo a produzir mais muco para proteger as vias aéreas. Bebês e crianças pequenas têm vias aéreas superiores que são muito mais estreitas do que as dos adultos, de forma que um aumento no muco ou uma inflamação podem estreitá-las ainda mais fortemente," explica o Dr. Bruce K. Rubin.
O Dr. Rubin e seus colegas se interessaram pelos efeitos do VVR em crianças pequenas depois de terem cuidado de uma menina de 18 meses de idade que apresentou uma crise respiratória severa depois que o VVR foi colocado diretamente sob o seu nariz.

Recomendações
Mesmo não sendo indicado para pacientes menores do que 2 anos de idade, o Dr. Rubin afirma que alguns pais continuam usando o VVR para aliviar as crises de congestão nasal de seus filhos, normalmente esfregando a pomada nos pés ou no peito das crianças.
"Eu recomendo nunca colocar o VVR no interior ou sob o nariz de ninguém - seja adulto ou criança. Eu também recomendo seguir as indicações e nunca usá-lo em crianças menores do que 2 anos," conclui o médico.

Resposta do fabricante
Comentando a pesquisa em seu site, o fabricante do VVR afirma: "Um artigo recente na CHEST descreve estudos em animais suscitados por um único relato [sobre a segurança do medicamento]. A relevância clínica em humanos das descobertas feitas usando animais é desconhecida. A segurança e a eficácia do Vicks VapoRub foram demonstradas em múltiplos testes clínicos em humanos, que incluíram mais de 1.000 crianças com idades entre 1 mês e 12 anos."
A empresa também alerta para que o medicamento não seja utilizado nas narinas, na boca, em bandagens muito apertadas, em ferimentos ou sobre a pele arranhada, além de repetir a indicação de que o uso se destina a pessoas maiores do que 2 anos de idade.
  
fonte: www.diariodasaude.com.br


Beijinho a todas.
Brenda, mãe da Rafaella


Um comentário:

  1. essa dica do vic vaporub vale para os grandinhos também? rs... tipo... eu?
    abraço!

    ResponderExcluir